Categorias

Como a revisão previne acidentes de carro
21 mai

Como a revisão previne acidentes de carro

Adquirir o carro próprio é uma grande conquista, mas também uma grande responsabilidade. Muitos motoristas deixam para fazer a revisão apenas antes de pegar a estrada. Seja por esquecimento ou porque acreditam que a manutenção do veículo é um gasto, isso é um grande erro.

Entenda porque fazer a revisão automotiva é tão importante para que você evite acidentes de trânsito e prejuízos com o carro.

 

Por que é que a revisão é tão importante?

1. Falta de manutenção pode causar acidentes

Realizar a manutenção preventiva significa se certificar de que o seu carro está em boas condições de funcionamento. Dessa forma, você evita acidentes causados por defeitos ou falhas na parte mecânica. Um bom exemplo disso é o sistema de freios. Quando as pastilhas de freio estão muito gastas, o tempo de frenagem é maior, o que pode resultar em colisões e atropelamentos.

 

2. Deixar o conserto pra depois pode ficar mais caro

Além disso, a revisão é bem mais barata que a manutenção corretiva. Quanto mais você deixa um problema se desenvolver, pior fica para consertar e substituir as peças depois. É o que acontece com o sistema de arrefecimento: as falhas podem causar a fundição do motor, que é caríssimo para consertar. Por isso, se você quer economizar, é melhor identificar e corrigir os defeitos do carro logo que aparecem.

 

3. Troca de peças desvaloriza

Vale lembrar que a substituição de peças pode desvalorizar bastante o seu veículo na hora da revenda. A originalidade é muito importante para manter o valor de mercado e se você se preocupa em fazer bons investimentos, vale a pena preservar o carro como um bem. Confira nossa lista de modelos que menos desvalorizam.

 

4. Falta de revisão gera multa

É importante destacar que, segundo o inciso XVIII do artigo 230 do Código de Trânsito Brasileiro, é infração conduzir o veículo “em mau estado de conservação, comprometendo a segurança, ou reprovado na avaliação de inspeção de segurança e de emissão de poluentes e ruído, prevista no art. 104”. A penalidade pode render multa e até pontos na Carteira Nacional de Habilitação.

 

Quando fazer a revisão?

A frequência recomendada para realizar a revisão no seu carro é a cada seis meses ou 10 mil quilômetros rodados. Porém, isso pode variar bastante de acordo com o ano do veículo e as condições da sua rotina. Se o seu veículo costuma encarar asfalto acidentado ou estradas de terra, por exemplo, você deve dar uma passada na oficina antes desse prazo.

 

9 itens que precisamos checar na revisão

Veja a seguir os itens que são verificados no momento da revisão e saiba como a falta de manutenção de cada um deles pode afetar o funcionamento do carro.

1. Luzes e faróis

Além de aumentar a visibilidade do motorista, as luzes e faróis são muito importantes para sinalizar a presença e os próximos movimentos do veículo. Assim, os outros motoristas conseguem te ver na estrada e saber se você vai realizar uma ultrapassagem ou conversão, por exemplo. Por isso, é muito importante se certificar de que toda essa parte elétrica esteja em bom funcionamento.

2. Alinhamento e balanceamento

O alinhamento corrige o direcionamento das rodas, e o balanceamento equilibra a distribuição de peso sobre o veículo. Ambos os procedimentos são muito importantes para a condução e a frenagem do veículo. Sem eles, você pode se arriscar especialmente durante as curvas.

3. Óleo do motor

O óleo resfria, limpa e lubrifica os componentes do motor, evitando o desgaste precoce, o superaquecimento das peças e até a fundição do motor. O tipo de óleo e o nível ideal para o seu carro são informados pela montadora no manual do usuário.

4. Fluido de arrefecimento

O sistema de arrefecimento é responsável pela regulação térmica do veículo. O fluido do sistema é o que ajuda a manter a temperatura de funcionamento em torno dos 90º. Por isso, é importante que o radiador seja abastecido com o fluido adequado no nível indicado pelo reservatório.

5. Filtro de combustível

O filtro barra as impurezas do combustível para não contaminar o interior do motor e evitar problemas na bomba. Por isso, é recomendado trocar o filtro a cada 15.000 quilômetros rodados.

6. Velas de ignição

Ao longo do tempo, as velas de ignição se desgastam e comprometem a queima de combustível no motor. Como resultado, o carro adquire um desempenho mais fraco e consome mais gasolina.

Quer economizar combustível? Confira os carros mais econômicos de 2020.

7. Sistema de freios

O mau funcionamento dos componentes do sistema aumenta o tempo de frenagem do carro, podendo resultar em acidentes graves no trânsito. Assim, itens como pastilhas, discos e fluido de freio devem ser checados durante a revisão.

8. Pneus

Os pneus também são verificados na revisão porque devem estar dentro do prazo de validade e em boas condições para que o veículo seja guiado e freado corretamente. 

9. Filtro do ar condicionado

Limpar o filtro do ar condicionado é muito importante para eliminar sujeiras e microrganismos causadores de doenças respiratórias que podem comprometer a saúde do motorista e dos passageiros do carro.

 

Se você gostou do nosso conteúdo, inscreva-se na nossa newsletter para receber outros conteúdos sobre carros.

VOLTAR AO INÍCIO