Categorias

Juros altos? Conheça outras formas de pagamento para comprar o seu carro
2 jun

Juros altos? Conheça outras formas de pagamento para comprar o seu carro

Ao longo do último ano você deve ter percebido o aumento no preço dos mais variados produtos. Sabe por que isso está acontecendo? A resposta está na elevação do valor da Selic (taxa básica de juros) feita pelo Banco Central (BC). O processo foi iniciado em março de 2021, e a última alteração foi em março deste ano, que subiu o valor para 11,75%.

 Pode parecer um valor baixo, se comparado ao histórico do país que já chegou a uma Selic de 45% em 1999. Desde de 2015 que a taxa não sofria elevação, mas os sinais crescentes do aumento da inflação fizeram com que o BC fizesse essa alteração na tarifa. 

Por conta do valor mais dilatado da Selic, os juros nos financiamentos de imóveis e de automóveis sofreram acréscimos. Mas o que fazer diante deste cenário e da necessidade de comprar um carro? Você pode optar por outras formas de pagamento com menos juros, descubra quais são elas neste texto! 

 

Formas de pagamento de automóveis

Comprar um carro é uma decisão que envolve diversos fatores e depende das suas necessidades. Além de se atentar ao tipo, marca, modelo do veículo e suas características, também é preciso pensar no valor e na forma de pagamento, que influencia no preço final da compra. Vamos mostrar para você quais são elas suas vantagens e desvantagens. 

1. À vista

Se você tem condições financeiras e está querendo fugir dos juros, o pagamento à vista é a melhor opção. Realizando o pagamento à vista, é possível negociar descontos na concessionária e obter benefícios, além de evitar fazer uma dívida e precisar comprometer parte da renda mensal nessa transação. 

Porém, pagar seu veículo à vista pode ter como desvantagem a sua descapitalização. Se você investir toda sua reserva na compra do automóvel, pode ser que fique sem dinheiro em uma situação de emergência.  

2. Cartão de crédito

Muita gente não tem conhecimento sobre isso, mas é sim possível comprar um carro utilizando o cartão de crédito. Para isso basta ter o limite do cartão igual ou maior que o valor do veículo desejado. 

Utilizando essa forma de pagamento você pode ter o carro no seu nome de maneira imediata, possibilidades de parcelamento, condições especiais no seguro, redução de juros, e caso você deixe de pagar as parcelas, o banco não toma seu veículo. Contudo, no geral, os cartões só permitem parcelamento em até 12 vezes, então há a possibilidade de comprometimento de crédito e você pode cair no crédito rotativo e perder as vantagens, caso pague apenas o valor mínimo da fatura.

3. Consórcio 

O consórcio consiste em um grupo de pessoas que junta dinheiro com o objetivo de adquirir um carro, elas pagam uma tarifa mensal, pré-estabelecida, geralmente durante um tempo de 2 a 5 anos, e participam de lances e sorteios para obter a carta de crédito e assim o automóvel.

Por meio do consórcio você não fica preso à aprovação de crédito e paga taxas mais baixas do que os juros de financiamento, mas não pode ter o nome sujo se quiser retirar sua carta. Uma desvantagem é que pode demorar a receber o veículo, então não é a melhor opção para quem está com pressa de ter o carro em mãos.

4. Leasing

Esta modalidade se assemelha com um aluguel de veículos, nela a compra do carro é feita no nome da instituição financeira e você deverá pagar a ela o valor das mensalidades. Após a quitação da dívida você opta por devolver o veículo ou comprá-lo, caso escolha esta alternativa é necessário pagar um valor referente ao bem.   

A vantagem do leasing é que você está isento do pagamento do IOF (Imposto Sobre Operações Financeiras) e os juros são mais baixos que no financiamento. Porém, o carro só vai para o seu nome se você decidir comprá-lo no fim do contrato leasing, e é preciso ficar atento às taxas pós-fixadas que variam de acordo com o câmbio.

Precisa renovar os documentos do carro? Saiba como fazer. 

5. CDC

CDC é a sigla para Crédito Direto ao Consumidor, nesta modalidade você pega um empréstimo no banco para pagar o carro, que é usado como garantia de pagamento do empréstimo. Assim, em caso de inadimplência, o banco apreende o veículo e faz um leilão para cobrir os custos da operação financeira. 

A vantagem do CDC é a possibilidade de taxas mais atrativas de acordo com seu relacionamento com o banco, aposentados e pessoas com pagamento vinculado ao banco em questão podem se beneficiar. 

6. Financiamento

Por fim, o financiamento é uma das maneiras mais utilizadas. Nela, você geralmente paga uma entrada e financia o resto do valor com o banco ou a própria concessionária e paga mensalidades em períodos que normalmente variam entre 12 a 72 meses.

Ao optar pelo financiamento, você tem como benefício a oportunidade de retirada do veículo assim que o financiamento for aprovado, mas o grande malefício desta modalidade são os juros altos, que podem encarecer o valor final em mais da metade do preço do carro, além do fato de serem cobradas outras taxas como IOF e TAC. 

7. Carro por assinatura

Existe ainda a opção para quem não quer comprar um carro, mas precisa de um, o carro por assinatura supri essa demanda. Funciona como um aluguel, você escolhe um veículo, 0 km, e paga uma mensalidade para utilizá-lo, com o estabelecimento de uma franquia de quilometragem que pode ser usada no mês e um contrato de um a dois anos, geralmente. Locadoras, seguradoras e montadoras já trabalham com essa possibilidade.

As principais vantagens são a praticidade, o fato de não precisar de entrada nessa modalidade e a possibilidade de ter sempre um carro novo na garagem. Mas o carro não é seu, e o preço do aluguel é elevado.

Um ponto importante é saber que você pode combinar opções de pagamento: pagar uma parte do valor à vista e financiar o resto ou parcelar no cartão de crédito; parcelar uma parte no cartão e o restante no financiamento.

 

 Qual a melhor forma de pagamento para comprar um carro?

Você conheceu as formas de pagamento para compra de carros, todas com pontos positivos e negativos, mas é possível perceber que a compra à vista é uma das mais atrativas, embora não seja uma possibilidade para todos. 

A melhor forma de pagamento é aquela que mais se enquadra na sua realidade e no seu orçamento, por isso avalie todos os prós e contras de cada categoria antes de tomar uma decisão.

 

Um modo de avaliar qual é o melhor carro, preço e condição de pagamento para você é fazer comparações. Você conhece os diferentes tipos de carro? Entenda quais são as principais diferenças entre as categorias e descubra como escolher o modelo ideal para o seu estilo de vida. 

VOLTAR AO INÍCIO