Categorias

Características que valorizam ou desvalorizam o carro na revenda
24 fev

Características que valorizam ou desvalorizam o carro na revenda

Comprar um carro é um sonho de muitos brasileiros. Esse também é um grande investimento e ninguém está interessado em perder muito dinheiro no momento da revenda.

Aqui na AutoCerto, nós já falamos sobre fatores que impactam na precificação do carro seminovo ou usado. No entanto, existem também algumas características do próprio veículo que valorizam e outras que desvalorizam o item no mercado automotivo. Descubra quais são e porque elas têm esse impacto no preço do seu automóvel.

 

8 aspectos que podem mudar o valor do carro no mercado

Desde a pintura até o modelo do câmbio, existem diversos fatores que interferem no valor do seu seminovo. Veja a seguir o que pode fazer com que seu carro seja revendido por um preço maior ou menor em relação ao que você pagou na hora da compra.

 

1. Cor da pintura

Você sabia que a escolha da pintura pode desvalorizar o seu carro? Pois é, isso acontece porque algumas cores são mais rejeitadas pelo público, e por isso mais difíceis de vender. 

Uma pesquisa realizada pela KBB considerou nove grupos de cores para estudar a desvalorização dos veículos. A empresa utilizou os automóveis brancos como ponto de partida. Os resultados indicam que, em Minas Gerais, carros nas cores marrom, prata, cinza, vermelho e amarelo desvalorizam consideravelmente menos que os carros nas cores azul, preto e verde.

 

2. Estofado de couro

Talvez este seja o item mais óbvio de todos! O estofado de couro é mais caro, mais bonito, mais fácil de limpar e mais procurado pelos consumidores. Apesar de muitas empresas já não usarem bancos de couro de verdade, as opções de couro sintético ainda conseguem trazer o mesmo requinte e a mesma praticidade. Por isso, carros com bancos de tecido já não são tão valorizados no mercado automotivo.

 

3. Ar condicionado

Em um país quente como o Brasil, o ar condicionado se fez cada vez mais essencial ao longo dos anos. Mesmo em locais onde a temperatura é mais amena, este componente pode oferecer muito conforto para o motorista e para os passageiros do veículo. Nas rodovias, por exemplo, o barulho alto pode incomodar e distrair o condutor, por isso o uso do ar condicionado se faz necessário.

 

4. Sistema de som e multimídia

Com as centrais multimídia cada vez mais autônomas e funcionais, já não é suficiente que um veículo tenha apenas um aparelho de CD player e rádio. Ter um sistema de som e multimídia moderno e de série valoriza muito o carro, uma vez que esse componente pode contribuir muito para a segurança do motorista. 

Afinal de contas, as entradas auxiliares e a conexão Bluetooth permitem conectar o smartphone ao veículo, evitando que o condutor use o celular na direção e oferecendo mais conforto durante viagens.

A central multimídia é, inclusive, uma das tecnologias que mais tem se atualizado no mercado. Confira as últimas inovações automotivas.

 

5. Direção assistida

Quem já dirigiu um carro com direção mecânica sabe o que é malhar o braço na hora de realizar uma manobra! Por isso, a direção assistida já se tornou praticamente obrigatória em todos os veículos. 

Hoje, existem três tipos de direção assistida no mercado. São elas, por ordem de valorização: hidráulica, elétrica e eletro-hidráulica. Como a maioria dos consumidores dá preferência para um carro com direção assistida, é mais difícil vender um veículo com direção mecânica.

 

6. Travas e vidros elétricos

As travas e os vidros elétricos ajudam a tornar o seu veículo mais seguro contra roubos. Além dar praticidade na hora do proprietário trancar o carro automaticamente e oferecer mais conforto no dia a dia, esses equipamentos dificultam a ação de assaltantes. Assim, veículos com travas manuais e vidros de manivela não só são pouco procurados, como também são rejeitados por grande parte dos consumidores.

 

7. Câmbio automático

O câmbio automático veio para facilitar a vida do condutor. Apesar das autoescolas ensinarem a dirigir em carros com câmbio mecânico, não podemos negar que a ausência do pedal esquerdo é o futuro do mercado automotivo. 

O câmbio automático é especialmente valorizado em regiões com grandes alterações de relevo, como o estado de Minas Gerais. Por isso, muitos consumidores dão preferência para modelos automáticos na hora de escolher o seu veículo, o que resulta na valorização do item.

 

8. Equipamentos de segurança

Na hora de escolher um carro, muitos consumidores priorizam os equipamentos de prevenção de acidentes e redução de danos. Airbags para todos os passageiros, controle de estabilidade, controle de tração, sensor de ré e assistente de subida em rampa são algumas das funcionalidades mais modernas para oferecer segurança para o motorista e os passageiros.

 Aqui no Brasil, o número de veículos com todos os equipamentos de segurança completos ainda é reduzido. Isso torna esse tipo de carro mais valorizado, especialmente por quem dirige por aí com a família.

 

9. Modificações

Houve uma época em que as pessoas valorizavam os componentes e funcionalidades em vez do que vem de fábrica. Contudo, os tempos mudaram e hoje cada vez mais consumidores priorizam as características de série. Direção assistida, sistema de som, central multimídia, ar condicionado, rodas e estofados podem, em alguns casos, desvalorizar o carro quando são instalados pelo proprietário. 

Por isso, se você não quer desvalorizar o seu veículo por perda da originalidade, é melhor evitar essas modificações e realizar as revisões em mecânicas autorizadas. 


Quer dar uma olhada nos melhores seminovos da região? Confira nosso estoque e encontre o veículo certo para você!

VOLTAR AO INÍCIO