Categorias

Os diferentes tipos de freio
14 jul

Os diferentes tipos de freio

Quando analisamos as características de um veículo, é importante pensar nos componentes internos. O sistema de frenagem é uma parte fundamental da mecânica automotiva. Entender como funcionam os diferentes freios é fundamental não só para tomar a melhor decisão de compra, como também para poder cuidar bem do veículo ao longo do tempo de uso. 

Neste artigo, você vai descobrir como funcionam os principais tipos de freio automotivo e como você pode cuidar desse sistema para evitar acidentes de carro.

 

Tipos de freio automotivo

Vamos falar sobre o funcionamento do freio a disco, do freio a tambor e do freio ABS.

1. Freio a tambor

O freio a tambor é o mais antigo desta lista e é considerado o mais ultrapassado. É um freio que possui as funções de parar o veículo e agir como freio de emergência. Atualmente, muitos carros são equipados com freios a tambor em apenas um dos eixos, para baratear os custos e tornar os modelos mais acessíveis. 

Esse sistema de freio possui tambor, sapatas, pistões e molas de retorno. Quando o pedal é acionado, a pressão é direcionada até as sapatas, que pressionam o tambor na lateral das rodas.

 

2. Freio a disco

O freio a disco é o mais comum do mercado porque é muito eficiente e tem alta durabilidade. Pode ser ventilado ou sólido e é encontrado nas rodas dianteiras. O freio a disco dissipa o calor gerado na frenagem, por causa da exposição ao fluxo de ar externo.

Esse sistema funciona de forma bem semelhante ao freio das bicicletas. As pastilhas comprimem um disco ligado à roda, reduzindo o movimento com a fricção hidráulica.

 

3. Freio ABS

ABS é a sigla para Anti-lock Braking System, que significa Sistema de Frenagem Antitravamento. Esse é o freio mais moderno e mais seguro, porque trava totalmente o automóvel mesmo em alta velocidade.

Esse sistema de freio detecta a forma como a frenagem é aplicada nas quatro rodas. Assim, o freio ABS identifica qualquer problema que possa causar derrapagem ou deslizamentos. Como não ocorre o travamento das rodas, a grande vantagem é poder controlar as rodas do carro mesmo durante a frenagem.

 

E o freio de mão?

O freio de mão também é conhecido como freio mecânico, de estacionamento ou de emergência. É considerado como um sistema secundário de freios porque é totalmente independente dos demais. O freio de mão é um componente obrigatório em todos os veículos porque é essencial para a segurança no trânsito, sendo bastante utilizado na hora de estacionar.

O breque de mão funciona a partir de um sistema de cabos de aço que são acionados por uma alavanca. Ao puxar o freio, as rodas traseiras do carro são completamente travadas, o que ajuda a manter a estabilidade do carro em locais íngremes.

Saiba quais itens serão obrigatórios até 2023.

 

3 dicas para cuidar dos freios do seu carro

Confira três dicas para reduzir o desgaste dos componentes e manter o sistema de freios em bom estado. 

1. Evite frenagens bruscas

O primeiro ponto de atenção para cuidar bem dos freios do carro é evitar frear bruscamente. Exceto em caso de emergência, o ideal é frear o carro aos poucos para evitar que os discos empenem e que as peças se desgastem. O trânsito lento já é bastante prejudicial para o sistema de frenagem, e pegar leve no pedal vai ajudar você a conservar as suas peças por mais tempo. 

 

2. Mantenha a manutenção em dia

A revisão é um investimento na sua segurança! Substituir componentes desgastados e verificar a validade dos fluidos de freio periodicamente é fundamental para prevenir acidentes de carro. Além disso, é importante destacar que a manutenção preventiva é mais barata do que a corretiva.

Vale lembrar que os pneus também devem ser verificados na revisão. O bom estado dos pneus está diretamente relacionado ao atrito com o asfalto e à estabilidade do carro durante a movimentação. Conduzir o carro com pneus em mau estado exige muito mais esforço do sistema de freios e aumenta o risco de acidente. 

Entenda porque a revisão é importante para prevenir acidentes de carro

 

3. Preste atenção aos sinais do carro

Prestar atenção e interpretar os sinais do seu carro é essencial para cuidar bem da mecânica. Quando falamos do sistema de freios, o mais importante é o tempo de resposta entre o ato de pisar no pedal e a redução da velocidade do veículo. Se o carro demora a responder, provavelmente há algum problema nos freios.

Além disso, você deve ficar atento aos sons emitidos no momento da frenagem. Barulhos de metal indicam que as pastilhas de freio estão desgastadas e precisam ser substituídas. E os chiados agudos indicam que há pouco fluido de freio no sistema. 

 

Se você gostou deste conteúdo, saiba também como cuidar dos equipamentos de segurança do seu carro. 

 

VOLTAR AO INÍCIO