Categorias

Quais cuidados você precisa ter com o freio do seu carro
10 set

Quais cuidados você precisa ter com o freio do seu carro

Com certeza você não quer passar por uma situação em que precisa do freio do seu carro e ele não funciona. Você sabia que há uma série de práticas que podem desgastar o seu sistema de freio, comprometendo o funcionamento ou reduzindo a vida útil das suas peças? Pois é, não importa se o carro é novo ou seminovo, é necessário ter alguns cuidado com o sistema de freio.

Nos veículos mais tradicionais, o sistema de freio é acionado de forma manual, através do pedal ou alavanca. Isso é uma exceção nos automóveis adaptados para pessoas com deficiência. Já os carros mais modernos podem contar com tecnologias ABS e EBD, entre outros. Tanto no sistema de acionamento manual quanto o automático, é imprescindível cuidar para evitar falhas.

A matemática é bastante simples. Um sério problema no freio pode comprometer a segurança do motorista e seus passageiros, além dos pedestres e os ocupantes de outro veículo. Manter a revisão em dia e ter boas práticas de uso também te permite economizar dinheiro. A manutenção corretiva com certeza te dará mais dor de cabeça do que prestar atenção aos sinais do veículo e levar ao mecânico periodicamente.

A luz no painel está acesa?

Quando a luz do freio de mão se acende no painel, isso pode indicar que as pastilhas ou os discos de freio estão gastos, ou que há vazamento de fluido. Se for o primeiro caso, é comum que a luz pisque em situações de frenagem brusca, descidas ou subidas mais acentuadas. Nesse caso, também pode haver ruídos ao acionar o freio. O segundo caso pode ser observado quando há a necessidade de trocar o óleo constantemente. Por isso, é importante fazer a revisão periódica e sempre que for percebido alguns desses sinais. Leve seu veículo a um mecânico de confiança e dê preferência para peças e produtos de qualidade.

Fique de olho no fluído de freio

Essa substância é muito importante para o bom funcionamento do sistema. O ideal é que o fluido de freio seja checado toda semana, pois o uso constante do sistema prejudica a ação deste óleo. Se houver vazamento do fluido, é bem provável que as pastilhas sofram desgaste, por isso, esteja atento à data de revisão. Em geral, a troca deve ser feita anualmente ou a cada 15 mil quilômetros.

Tenha cuidado após trocar as pastilhas

Quando trocamos as pastilhas de freio, é normal que os componentes demorem a se ajustar e ter um bom desempenho. Por isso, é recomendado usar o freio com mais suavidade nos primeiros 500 quilômetros após essa troca.

Evite situações de frenagem brusca

O sistema de freio suporta forças intensas, que é o que acontece em situações de frenagem brusca. Porém, repetir esse movimento pesado muitas vezes pode desgastar os componentes mais rapidamente, aumentando o risco de falha. E é claro que, se você precisa do freio, ele não pode falhar. Então é melhor dirigir com atenção e cuidado para não ter que pesar o pé por reflexo.

Não dirija com a marcha no ponto morto

Quando estiver em uma descida, o ideal é que o carro esteja engatado, enquanto usa o freio motor. Assim, você limita a aceleração, não força tanto o freio e até economiza combustível. Do contrário, ao usar o freio em excesso, você superaquece os componentes do sistema e pode danificá-lo ou comprometê-lo (especialmente os discos).

Evite trafegar com peso em excesso

O carro foi projetado para trafegar com o próprio peso, mais o peso dos ocupantes e a bagagem. Porém, não vale a pena exagerar, pois o freio também tem que ser capaz de ir contra a gravidade para parar o veículo. Quanto mais exceder o peso limite, mais difícil será para parar. Também corre o risco de danificar algumas peças como pneus e amortecedores.

Não use o freio de mão em movimento

O freio de mão foi feito para ser usado apenas quando o veículo estiver parado ou estacionado. Ao usar o freio de mão com o carro em movimento, as rodas traseiras podem ser travadas. Em uma curva ou em solo com baixa aderência, a chance de perder o controle é alta, podendo provocar um acidente.

Evite frear durante a curva

Frear em uma curva aumentam as chances de sair da pista ou travar as rodas durante o movimento. Isso acontece porque ao frear, você está criando uma resistência, o que pode fazer com que o carro siga patinando em linha reta ao invés de seguir o desenho da curva. Em situação de chuva, isso pode ser ainda mais perigoso. Por isso, o indicado é reduzir a velocidade gradualmente antes, enquanto ainda estiver em linha reta. Quer conferir outras dicas sobre segurança veicular? Baixe agora nosso Guia de Segurança dos Seminovos.

VOLTAR AO INÍCIO