Categorias

Guia definitivo dos seminovos
24 abr

Guia definitivo dos seminovos

Comprar um carro é o sonho de muitos brasileiros, mas, você sabe quais as vantagens e a desvantagens de adquirir um seminovo? Ou o que deve saber para fazer um boa aquisição? Por isso, desenvolvemos o “Guia definitivo dos seminovos”. Aproveite esse conteúdo para fazer a sua melhor escolha!

 


1. Porque comprar seminovos?

Comprar um seminovo pode ser um ótimo negócio para quem deseja trocar de carro. Nos primeiros anos, os carros zero-quilômetro tendem a desvalorizar, e, ao comprar um carro com poucos anos de uso mas que não correrá esse risco pode ser benéfico para o bolso do comprador. 

 

Os benefícios de adquirir um seminovo são muitos e vai além de apenas a aparência dos veículos. Sabendo quais os pontos a serem observados na hora da escolha do carro é imprescindível para encontrar um carro em boas condições. 

 

Os seminovos não deixam nada a desejar em relação aos carros novos. Confira as vantagens de se adquirir um seminovo!

 

• Valor de compra mais baixo:

Assim que o veículo sai da concessionária, o seu valor de compra cai de forma significativa variando entre 15% e 20%, e, conforme os anos passam, a queda tende a continuar. Dessa forma, optar pela compra de um seminovo, pode se uma alternativa mais econômica, visto que as ofertas para esse tipo de veículo são melhores, podendo até conseguir um veículo mais equipado do que o zero-quilômetro por um preço muito menor. 

 

• Economia nos gastos extras:

Os gastos com a regularização de um veículo novo, além do pagamento dos impostos, taxas e seguro, podem ultrapassar cerca de 10% do valor de compra do carro. Sendo assim, a quantia extra desembolsada para a compra de um zero-quilômetro pode se tornar uma dor de cabeça. Mesmo com a existência desses gastos nos seminovos, a grande parte dos carros já vem com os impostos pagos, além de segurados. 

 

Mais possibilidades de modelos e acessórios:

Como os valores dos veículos após a compra e na hora da revenda diminuem muito, a possibilidade de se encontrar modelos de carros mais completos por valores menores é muito alta. Nos seminovos, é possível encontrar equipamentos com acessórios opcionais que, nos zero-quilômetro, possuem um valor mais alto. 

 

Motores mais econômicos:

Os motores com novas tecnologias, conhecidos como híbridos e motores turbinados, têm ganhado o mercado cada vez mais. Esses carros consomem menos combustível, e, para quem procura por seminovos, se ater à esse tipo de veículo pode ser uma ótima opção, já que nos zero-quilômetro os motores desse tipo são altamente valorizados.



→ Fique atento às “desvantagens”:

Apesar das inúmeras vantagens de adquirir um veículo seminovo, existem alguns pontos que devem ser observados. Devido ao uso do veículo por outra pessoa, é possível que o antigo dono não tenha tido os cuidados necessários para que o veículo fosse preservado adequadamente. Com isso, é comum que surjam alguns problemas mecânicos e estéticos no carro. 

 

Tendo em vista tudo isso, ao adquirir um seminovo é preciso: realizar uma avaliação com mecânico de confiança no veículo, procurando por possíveis arranhões e batidas; se atentar às documentações do veículo que está sendo vendido; pedir ajuda de quem entende de automóveis na hora da decisão de qual modelo adquirir.

 




2. A importância das revisões

A revisão periódica garante mais segurança para o dono do carro. Para que um diagnóstico de possível problema no carro seja feito é necessário que ele seja submetido à esse procedimento. E, para que o carro de fato tenha essa segurança, a revisão deve ser feita a cada dez mil quilômetros ou a cada seis meses de uso do veículo. 

 

Você sabe quais itens devem ser verificados na revisão? Se não, nós contamos para você!

 

Água do radiador

A falta de água no radiador do seu carro pode acarretar no superaquecimento do seu motor, e, devido a isso, trocar a água é essencial para que o seu carro não fique nesse nível abaixo de água. 

 

Óleo do motor

A troca do óleo deve ser realizada pelo menos uma vez ao ano, pois tem a importante função de lubrificar e refrigerar o motor. 

 

Pneus

Os pneus carecas prejudicam a segurança do seu carro. Todo pneu possui um marcador onde é possível identificar se o seu tempo de uso já está além e se ele deve ser trocado. Se atente a isso!

 

Filtros de combustível, de ar e do ar condicionado

Para manter todo o seu carro limpo, é necessário prestar atenção na hora certa de trocar os filtros. Esse tipo de peça deve ser trocada a cada 15.000km. 

 

Alinhamento e Balanceamento

Você sabe para que serve o alinhamento? Ele tem a importante função de ajustar os ângulos das rodas do seu carro, diminuindo as chances de o controle dele ser perdido pelo motorista em movimento de curva, por exemplo. Já o balanceamento tem como finalidade fazer com que as rodas girem sem vibrações não gerando trepidações no volante ou outras partes do carro.  

 

Parte elétrica

Conferir a parte elétrica também é uma etapa importante do momento da revisão. Não deixe de verificar como está a bateria do carro, o motor e outras peças do carro. 

 

Luzes e faróis:

Se tem uma coisa que é de extrema importância para o carro são as luzes e faróis. Verifique se o funcionamento dessas peças estão em conformidade no seu carro. Nunca ande com alguma das luzes queimadas!

 

Na hora de fazer a revisão do seu veículo, escolha uma oficina de confiança e lembre-se: os cuidados diários também são essenciais!

 




3. O que é o laudo da perícia?

Quando compramos um carro seminovo, é preciso se preocupar com algumas questões, e uma delas é a vistoria que deve ser realizada para averiguar se tudo está bem no veículo.  Com uma inspeção minuciosa feita por peritos credenciados, o comprador do seminovo recebe um laudo que mostra todos os itens especificados e o parecer sobre possível defeitos.

 

Para que a vistoria seja efetiva, são utilizados equipamentos que auxiliam o perito na hora da investigação no veículo, buscando, por exemplo, a originalidade de quilometragem do seminovo. As informações são confrontadas com as fornecidas pela montadora, pelo Detran, pela BIN e pelo DENATRAN. Se houver qualquer divergência, um alerta é acionado. A pesquisa também abrange a consulta sobre multas e autuações, situação do veículo, IPVA, DPVAT, licenciamento, furto e roubo, e impedimentos administrativos ou judiciais.



O que está incluso na vistoria?

Carroceria:

A carroceria é inspecionada com o objetivo de encontrar marcas de colisão ou de algum procedimento que tenha sido feito para recuperação de alguma parte do carro. Os procedimentos que foram feitos, por mais que sejam quase imperceptíveis, devem ser observados pelo perito. Além disso, o perito verifica os códigos de fábrica e as gravações do chassi pois contém informações importantes que devem ser verificadas, como a presença de possíveis adulterações ou inconformidades com os dados de fábrica originais. 

 

Mecânica:

Inicialmente, o perito faz uma inspeção visual buscando problemas que sejam aparentes, como vazamento de óleo ou outros fluidos, pneus em estado ruim, etc. Após esse procedimento, é realizada uma análise de confirmação da quilometragem do veículo, com o intuito de averiguar se ela não foi alterada. Logo em seguida, é feito o teste de funcionamento geral do seminovo, onde se observa o motos e os demais itens como ar-condicionado, alternador, direção, etc. Além desses processos, um teste de rodagem é feito para entender como estão funcionando os comandos, alinhamento, freios, embreagem, câmbio, etc. 

 

Elétrica:

Quando se chega na parte elétrica, o funcionamento dos faróis, lanternas e outras luzes, limpadores de parabrisas, travas de vidros elétricos, alarmes, etc, são verificados. Além disso, o sistema de som e navegação do veículo também são averiguados. 

 

A inspeção realizada é toda fotografada, de forma que haja uma facilitação de identificação da possível presença de avarias no seminovo. Ao comprar o seu seminovo, procure por uma concessionária de segurança que possa te informar sobre esse serviço e oferecer um veículo em ótimas condições.



 

4. Seguro para carros usados:

Depois de realizar o sonho de adquirir o próprio carro, é hora de se atentar à algumas preocupações que são necessárias. Manter o veículo e o seu bolso seguros, é algo muito importante, e, é nesse momento que entra o famoso seguro. Se achava que esse tipo de serviço era imprescindível apenas para veículos novos, se engana.

 

Assim como os carros novos, os usados também geram os seus gastos, e, o seguro pode ser visto como apenas mais um deles. Mas, quando pensamos a longo prazo, a segurança de poder contar com o serviço e de evitar futuros gastos maiores é uma boa para quem não quer ter problemas depois. 

 

Então, quer saber como o seguro para carros usados funciona? O serviço possui muitas vantagens e deve ser uma das suas prioridades!



Vantagens de contratar um seguro:

1- Proteção para todos:

Dirigir com veículo segurado é uma ótima proteção para você e todos aqueles que andam no seu veículo por exemplo, em casos de acidente ou pane na parte elétrica do carro. Dessa forma, você conta com um serviço em uma situação de emergência sem se preocupar em desembolsar valores altos. 

 

2- Comodidade:

Com o serviço de seguro é possível você contar com serviços como até uma simples troca de pneu, dando muito mais comodidade à sua vida. Além disso, é possível contratar um veículo adicional para ter à disposição quando for necessário deixar o seu veículo na oficina. 

 

3- Segurança para o veículo e garantia para o seu bolso:

Mesmo sendo um motorista cuidadoso que possui muita atenção no volante, ainda sim é suscetível a eventuais acidentes de trânsito. Como dizem, dirigimos para nós e para os outros, e, o seguro faz com que você tenha total assistência nesse caso. 

Além disso tudo, a tranquilidade é um ponto a favor da contratação do seguro. O seguro cobre casos de roubo, além de possíveis danos causados ao carro ou acidentes. Um bom seguro evita muitas dores de cabeça e prevê diferentes situações em que seja necessário o seu uso. O seguro é um investimento para a sua proteção!

 

 

Seguro para usados x seguro para novos:

Os veículos usados possuem seguros muito mais acessíveis do que para os novos. Mesmo que um veículo usado corra mais riscos em questão de problemas mecânicos e elétricos, no final, o que mais pesa é o valor do próprio veículo, além das características do motorista e dos fatores externos como onde o carro é estacionado. Uma coisa é sempre certa: quanto mais alto o valor do carro, maior é o valor do seguro. Com isso, com o passar dos anos e a desvalorização do veículo, há também a economia na contratação do seguro. 

 

Restrições para o seguro dos usados:

As limitações para  seguro dos veículos usados está no seu ano de fabricação. Com o tempo, a desvalorização acontece e as peças do carro podem entrar em desuso. Com isso, os seguros trabalham com uma margem de 10 a 15 anos, para que a seguradora não venha a ter possíveis dificuldades na hora de encomendar uma peça para o veículo. 

 

O que considerar na hora de contratar o seguro:

Observe o custo benefício da contratação dos serviços que serão prestados. Avalie os preços cobrados e a real necessidade dos serviços para você. Avalie também a estrutura que é oferecida para assistência remota, para que você conte com um atendimento mais rápido e assim que necessário. 

 

 


5. Conheça os 10 carros que menos desvalorizam

Quando compramos um carro é necessário termos consciência de que certos veículos possuem maior desvalorização com o tempo do que outros. Ninguém gosta de ver seus bens perdendo valor, mas, essa é uma das realidades vividas pelas marcas de carros. Mas, a escolha certa na hora da compra, pode evitar futuras perdas financeiras na hora de revender o veículo.

 

Abaixo você encontra um ranking dos carros que menos desvalorizam e podem ser um ótimo negócio para compra. E, para a surpresa de muitos, os modelos sedãs são os que possuem menor desvalorização. Um dos carros que possui ponto forte tanto para valorização quanto para desvalorização é o Ford Ka. Enquanto a versão topo de linha Titanium é bem aceita, as básicas SE Plus com motor 1.5 não são – fazem mais sucesso com o motor 1.0.

 

Quer saber quais carros menos desvalorizam? Confira abaixo!

 

1. Toyota Etios Sedan X Plus 1.5 MT ⇒ -0,04%

 

2. Ford Ka Sedan Titanium 1.5 AT -0,10%

 

3. Toyota Yaris Sedan XS 1.5 AT -0,13%

 

4. Fiat Cronos Drive 1.3 GSR -0,24%

 

5. Ford Ka Hatch Titanium 1.5 AT -0,37%

 

6. Renault Sandero GT Line 1.0 MT -0,89%

 

7. VW Virtus Comfortline 200TSI AT -1,10%

 

8. Fiat Argo Precision 1.8 AT -1,24%

 

9. Ford EcoSport SE 1.5 AT -1,36%

 

10. Volkswagen Gol 1.0 -1,64%

 

 

 

 

6. Por fim, para adquirir o seu seminovo, tenha esse checklist mãos:

A compra de um veículo é sempre um momento que gera histeria e que se não houver cuidado na escolha do seminovo, escolhas erradas podem ser feitas. Vai comprar o seu seminovo? Então tenha esse check-list em mãos!

 

 

1- Procedência:

Na hora da compra do seminovo é importante se atentar para a procedência do veículo. Verifique se o veículo possui a perícia completa, dessa forma, poderá saber mais detalhes sobre o carro como se já sofreu algum acidente e consequentemente avarias na sua lataria, e até se prevenir de adquirir um veículo que seja fruto de um furto. 

 

2- Consulte a documentação do veículo:

A documentação em dia do veículo é um fator muito importante na hora de adquirir o seu seminovo. Para fazer uma pesquisa completa e rápida sobre o carro, é possível entrar no site www.ipva.fazenda.sp.gov.br, e ver se, por exemplo, o IPVA está pago em dia, se existe alguma dívida ativa relacionada a ele, se possui multas, etc. 

 

 

3- Verifique o chassi:

O chassi, número de identificação individual do veículo deve estar presente em vários pontos do carro. Não se esqueça de verificar nos seguintes locais: vidros, caso sejam originais você encontrará parte do número do chassi e a marca do veículo; etiquetas de fábrica, tendo 1 no capô, na frente e na carroceria. Além disso, é importante conferir se os selos do veículo estão presentes e possuem os mesmos números do chassi. Fique atento: o local de gravação do chassi varia de modelo para modelo. 

 

 

4- Itens que desgastam:

Pneus: verifique se os pneus estão gastos de forma irregular, esse tipo de fator pode indicar algum problema na suspensão e no alinhamento do carro;

Embreagem: Verifique se a embreagem do veículo está dura ou pesada. Caso esteja, é hora de trocar, mas, tenha muita atenção: caso a quilometragem do veículo seja menor e ele apresentar esses sintomas, há a possibilidade de a quilometragem do carro ter sido adulterada;

Pedais: e atente para o desgaste dos pedais, eles também podem ser um indicador, dependendo do seu estado, de adulteração de quilometragem;

Lataria: por fim, se atente para detalhes na lataria. O seu desgaste também pode indicar adulterações na quilometragem ou possíveis acidentes que possam ter ocorrido com o carro. 

 

 

5- Sempre consulte o seu mecânico:

Em caso de dúvidas sobre os itens acima, peça orientação a um mecânico que seja da sua confiança antes de tomar qualquer decisão.

 

 

6- Não se esqueça do certificado de garantia:

Toda revenda de veículo deve possuir contrato de compra e venda e certificado de garantia, onde são detalhados os seus direitos do pós-compra por cerca de três meses. Se atente para isso!

 

Comprar um seminovo é uma ótima saída para adquirir um modelo completo e com tecnologias mais modernas por um preço muito melhor. Com todas essas vantagens, deu aquela vontade de adquirir um seminovo, né? Confira os nossos modelos clicando aqui.

 

 

VOLTAR AO INÍCIO